FILIPE MOREIRA

BIOGRAFIA

Filipe Moreira, natural do Porto, é Diretor artístico, Produtor e Project/tour Manager. Trabalha profissionalmente, desde 2009, na área das artes performativas (teatro, dança e música). É fundador e diretor artístico e de produção da RÉPTIL Produtora Cultural, desde 2014. Licenciado em Coreografia pela Falmouth University, no Reino Unido (2013), ao abrigo da Fundação Calouste Gulbenkian, e formado em Teatro-Interpretação pela ACE Academia Contemporânea do Espetáculo, no Porto (2009). Estudou também canto lírico e design figurinos. Como criador, venceu em 2020 a Bolsa de Criação Isabel Alves Costa e em 2017 a Bolsa de pesquisa em dança no Centre National de la Danse, pela Fundação Porosus (Paris) – selecionado pela companhia Alain Platel no Festival DDD Dias da Dança do Teatro Municipal do Porto. Em 2021 e 2022 foi artista associado do Coletivo Visões Úteis. Em 2012 desenvolveu um período de investigação em teatro de rua na cidade de São Paulo (Brasil), onde trabalhou como assistente de produção da companhia Cia. do Miolo. Ainda na área de produção, desempenha funções de Tour Manager e Showcaller para a empresa EventBox, em produções nos Emirados Árabes Unidos. Como ator e bailarino, trabalhou com Trisha Brown Dance Company (USA), Willi Dorner (AUT), Emmalena Fredriksson (SWE), Sofia Dias & Vítor Roriz, Companhia Instável, Joana Providência, José Carretas, Teatro de Montemuro, Teatro do Frio, Teatro de Ferro, Radar 360º, Comédias do Minho, Quarteto Contratempus, entre outros. Trabalhou em projetos com a comunidade com as coreógrafas Madalena Victorino, Aldara Bizzaro e a companhia de teatro Hotel Europa. Como criador, produtor e intérprete apresentou o seu trabalho em vários festivais e teatros da Europa, América do sul e Ásia. Na área social, trabalhou como monitor cultural com população sem-abrigo na Associação dos Albergues Nocturnos do Porto (2015). Paralelamente, tem lecionado diferentes formações de artes performativas a várias faixas etárias e comunidades, nomeadamente surda, autista, com multideficiência e de étnica cigana, em contextos desfavorecidos.

BIOGRAPHY

Filipe Moreira, natural from Portugal, is an Artistic Director, Producer, Project/Tour Manager. He has been working professionally since 2009 in the area of performing arts (theatre, dance and music).

He is the founder and Artistic and Production Director of RÉPTIL Cultural Producer, since 2014.

Degreed in Choreography from Falmouth University (GBR) in 2013, under the Calouste Gulbenkian Foundation, and graduated in Theatre-Performance from ACE Academia Contemporânea do Espetáculo (PRT) in 2009. He also studied lyrical singing and costume design.

As a creator, he won in 2020 the Isabel Alves Costa Creation Grant and in 2017 the Dance Research Grant at the Center National de la Danse, by the Porosus Foundation (FRA) – selected by the Alain Platel company at the DDD Dias da Dança Festival at the Teatro Municipal do Porto (PRT).

In 2021 and 2022 he was associated artist of the Collective Visões Úteis (PRT).

In 2012 he carried out a period of investigation of street theatre in the city of São Paulo (BRA), where he worked as a production assistant at the company Cia. do Miolo. In the production area, he also work as a Tour Manager and Showcaller for the company EventBox, in productions in the United Arab Emirates.

As an actor and dancer, he worked with Trisha Brown Dance Company (USA), Willi Dorner (AUT), Emmalena Fredriksson (SWE), Sofia Dias & Vítor Roriz, Companhia Instável, Joana Providência, José Carretas, Teatro de Montemuro, Teatro do Frio, Teatro de Ferro, Radar 360º, Comédias do Minho, Contratempus Quartet, among other.

He has worked on community projects with choreographers Madalena Victorino, Aldara Bizzaro and the theater company Hotel Europa (PRT).

As a creator, producer and performer, he has presented his work at several festivals and theatres in Europe, South America and Asia.

In the social area, he worked as a cultural monitor with the homeless population at the Associação dos Albergues Nocturnos do Porto (PRT) in 2015.

He also has been teaching different performing arts training for different age groups and communities with deafness, autistic, multi-disabled and from gypsy culture in disadvantaged contexts.

A processar…
Subscrição concluída com sucesso! Obrigada!

© 2022 RÉPTIL Produção Cultural